Uma manhã dedicada à prática de atividades físicas e entretenimentos. Com esta proposta, a Associação Feminina de Assistência Social e Cultura (AFAS) reuniu, na manhã de quarta-feira (13.03), no Parque Municipal, em Belo Horizonte, mulheres militares e civis da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG) e do Corpo de Bombeiros Militar (CBMMG). O evento, realizado em parceria com a PMMG e o CBMMG, faz parte das comemorações do Dia Internacional da Mulher.

Para participar, cada mulher doou 4 kg de alimentos não perecíveis que serão entregues a três instituições sociais: Hospital Sofia Feldman, em BH; Centro de Libertação da Mulher, em Ibirité; e Tratamento Químico Feminino Tanque de Betesta, em Betim. Na programação, cuidados com a pele e saúde, massagens, penteados, aula de Zumba, sorteio de brindes, além da 3ª edição da corrida e caminhada, com percurso de 5 km.

"É muito importante a integração da mulher PM e BM para que possam compartilhar as experiências e as boas práticas desse universo feminino dentro das instituições militares", destacou a presidente da AFAS, Norma Teixeira de Souza Maia e Silva.

 

Ainda de acordo com a presidente da Associação, momentos como este são fundamentais para o reconhecimento, respeito e a dignidade da mulher. “Falo em “ressignificar” todos estes conceitos para que consigamos atingir um número maior de mulheres na sociedade e evitar tantas coisas tristes que temos visto acontecer”, disse.

Participação

"Além de celebrar o Dia das Mulheres, este é um momento de confraternização e uma possibilidade de reencontrarmos colegas que há muito tempo não víamos, já que quando nos formamos cada uma vai para unidades diferentes", destacou a sargento Vanessa dos Santos Alves, do 66º Batalhão de Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Grávida de sete meses e meio, a sargento disse que a gestação não é desculpa para deixar de lado os exercícios físicos. "Esta é minha segunda gravidez e, na primeira, fiz atividade física até as 34 semanas. Nesta, pretendo chegar até o final com meus treinos, mas, é claro, seguindo toda uma orientação médica. É importante para minha saúde e a do bebê também", finalizou.

Pela primeira vez no evento, a funcionária civil Andreia Luiza Ferreira Pena, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (CEDEC), disse ter sido gratificante o momento promovido pela AFAS. "Além de homenagear a mulher, é uma forma também de reforçar a importância de cuidarmos de nós, mulheres”.

Sobre a AFAS

Fundada em 1970, a Associação Feminina de Assistência Social e Cultura, com sede em Belo Horizonte, é uma associação sem fins lucrativos, que tem como missão apoiar a família Policial e Bombeiro Militar e a sociedade civil em todo o Estado de Minas Gerais, contribuindo para a melhoria consciente e continuado da qualidade de vida das comunidades.

A presidente da AFAS aproveitou o momento para agradecer os parceiros que têm colaborado para que a Associação se mantenha firme no seu propósito. "Agradeço às instituições que têm nos dado suporte. A Associação tem uma história e, em cada momento dessa história, várias pessoas se dedicaram para consolidar o que ela é hoje. Temos muito caminho a trilhar e muitas pessoas a alcançar. O nosso objetivo é reunir o maior número de parceiros para fazermos ainda mais", finalizou.

Autor: PMMG